terça-feira, outubro 17, 2006

A Baixa perdida

Inauguro a minha participação no blog "Coimbra dos Amores" com algumas recodações da Baixa da minha infância.
A minha mãe era farmacêutica na Farmácia "Silcar" (nome que deriva de Silva e Cardoso, nome dos dois sócios fundadores da mesma) e levava-me várias vezes à Baixa, onde me encontrava com vários familiares e figuras bem conhecidas de Coimbra.
Um dois locias que mais me ficou marcado nessa altura foi "A brasileira". Lembro-me de entrar e, logo à esquerda, a vitrine dos bolos. Pedia sempre ao meu padrinho ou ao meu pai o bolo mais cremoso que ali houvesse (normalmente uma Bola de Berlim ou um Guardanapo) . Foi também ali que o meu pai, nos seus tempos de jovem, aprendeu a jogar bilhar, bem como, todas as jogadas para "tramar" o adversário. Tinha também um balcão mais ao fundo à esquerda, de onde saíam as bicas, galões, tostas, etc... Hoje, quando olho para o espaço, parece obviamente bem mais pequeno. Eu era uma criança de perna curta, e era uma eternidade ir de um lado ao outro do café. Este maravilhoso estabelecimento é hoje mais uma pré-formatada loja de roupa... Por falar em loja, queria também falar do "Tivoli". Foi lá que chorei com "A bela adormecida".Foi numa matiné que a minha mãe fez o favor de me levar. Tinha os meus 5 anos, talvez mais. Foi a primeira vez que fui ao cinema e a última ao Tivoli.

Enfim, saudades de uma Baixa perdida, que encontro em cada recordação...


Um grande abraço conimbricence

6 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Acho que devias colocar perdida com todas as letras em maíuscula.

9:58 da manhã, outubro 17, 2006  
Blogger GK said...

Muito bem, Briosa! Sê bem-vindo!!! Também me lembro da Brasileira. E também me parecia um sítio ENORME! LOL Também fui ao Tivoli a um espectáculo da Disney. Perdida, efectivamente...

Bj GRANDE.

5:48 da tarde, outubro 17, 2006  
Blogger Camisa Azul said...

A baixa esta mesmo perdida e cada vez mais escondida. O poder politico vendeu-se aos capitalistas das grandes superfícies.

11:47 da tarde, outubro 17, 2006  
Blogger tulipa_negra said...

parece que fomos todos chorar ao tivoli a ver a bela adormecida... ehehehe

12:49 da manhã, outubro 18, 2006  
Blogger 13 said...

O Tivoli! Nostalgia...

12:59 da manhã, outubro 28, 2006  
Anonymous Anónimo said...

Saudades da Brasileira...
Talvez o o último a resistir às máquinas de café.
O café de saco era excelente feito no andar inferior e que subia por um elevador para a sala de entrada. Depois no 1º andar os bilhares ... bons tempos e sala de Damas... excelentes os jogadores daquele tempo, No terceiro piso funcionava o Clube de Xadrez de Coimbra entre outras coisas.
Na sala de entrada todas as tardes uma ilustre tertúlia de académicos aa rivalizar com os teóricos da bola que se reuniam no café ao lado "O Arcada"
Estava a ver se me lembrava do nome do senhor gerente pessoa agradável e muito simpática, Refiro.me à decada de 50 / 60

Octávio

6:21 da tarde, dezembro 04, 2016  

Enviar um comentário

<< Home